Violência na adolescência

Violência na adolescência diz respeito a qualquer ato de agressividade levado a cabo por jovens em idade escolar. Na maioria dos casos, de classes sociais desfavorecidas.

violenciaadolescencia

Violência na adolescência diz respeito a qualquer ato de agressividade levado a cabo por jovens em idade escolar. Na maioria dos casos, de classes sociais desfavorecidas.

Algumas fontes entendem que a agressividade diz respeito a comportamentos que visam prejudicar o outro; outros dizem que faz parte do processo de conhecimento; outros ainda acreditam que está desligada à destruição do pensamento (Meneghel, Giuliani, & Falceto, 1998).

De acordo com os dados relatados nos estudos de Minayo (1990) a grande maioria de alto índice de violência na adolescência acontece entre jovens provenientes de bairros problemáticos que se juntam em bandos para roubar e agredir a população em geral. Estes jovens são, muitas vezes, instruídos por superiores com cadastro e encontram-se longe das suas famílias (Minayo, 1990).

Quando estes jovens vivem junto das suas famílias, habitualmente vivem de salários mínimos e de miséria absoluta, sem qualquer estrutura e com todas as condições para enveredar por uma vida de delinquência (Minayo, 1990).

Outros estudos corroboram as observações de Minayo, quando referem a influência da violência doméstica na delinquência dos jovens adolescentes, onde imperam meios mais desfavorecidos (). No entanto, os estudos não deixam de demonstrar a evidencia de que não é facto a prevalência de violência na adolescência em classes desfavorecidas, porque a mesma pode ser verificada em qualquer classe social (Meneghel, Giuliani, & Falceto, 1998).

Em países como o Brasil, é onde encontramos situações mais claras daquilo que se pode entender como violência na adolescência, já que a mesma é maioritariamente exercida por crianças que vivem nas favelas, onde reside também uma grande parte da classe trabalhadora (Minayo, 1990).

Estas famílias vivem diariamente com a discriminação social e com a exclusão, fazendo com que as oportunidades sejam completamente desiguais entre as classes e a distribuição da riqueza do país (Minayo, 1990).

Por outro lado, alguns autores acreditam que se trata de um processo biológico e não social, ou seja, que o flagelo está relacionado com o corpo do adolescente durante esta fase de transformação para a vida adulta (Minayo, 1990).

Conclusão

A violência na adolescência diz respeito a atos de agressividade e de delito levados a cabo por jovens, que, na sua maioria, vivem em meios desfavorecidos, e muitos deles junto das suas famílias. No caso dos que vivem junto das famílias, o cenário é de miséria, na grande maioria da vezes, embora, os estudos afirmem também que pode acontecer em qualquer classe social.

139 Visualizações 1 Total

References:

  • Meneghel, S.N, Giuliani, E.J, & falceto, O. (1998). Relações entre violência doméstica e agressividade na adolescência. Recuperado em 11 de outubro de 2018 de https://www.scielosp.org/article/csp/1998.v14n2/327-335/;
  • Minayo, M.C.S. (1990). A violência na adolescência: um problema de saúde pública. Recuperado em 11 de outubro de 2018 de https://www.scielosp.org/article/csp/1990.v6n3/278-292/pt/
139 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.