Stress infantil

Stress infantil diz respeito a sintomas de ansiedade, depressão, dores, entre outros, provenientes de práticas negativas menos positivas.

Este artigo é patrocinado por: «A sua instituição aqui»

O que é o Stress Infantil

Stress infantil diz respeito a sintomas de ansiedade, depressão, dores, entre outros, provenientes de práticas negativas menos positivas.

Pelos trabalhos de Lemes, Fisberg, Rocha, Ferrini, Martins, Siviero e Ataka (2003) o stress infantil, semelhante ao que acontece com o adulto, faz com que a criança tenha reações físicas e psicológicas que podem trazer graves consequências ao nível da sua saúde. Alguns dos sintomas mais comuns são ansiedade, choro excessivo, insónia, asma, dores de barriga e de cabeça, entre outros (Lemes et al, 2003; Mombelli, Costa, Marcon, & Moura, 2011).

Este tipo de perturbação acontece em variadas situações, sendo algumas das mais comuns uma separação dos pais, a morte de alguém querido que seja próximo, o nascimento de um irmão, uma mudança de escola (Lemes et al, 2003).

De acordo com Mombelli, Costa, Marcon e Moura (2011) a influência dos pais no stress infantil diz respeito ao relacionamento que é estabelecido entre ambas as partes, devido ao facto de serem estes os atores principais no desenvolvimento da socialização dos seus filhos. Assim, pais stressados, tendem a utilizar estratégias educativas que se tornam menos positivas e, por consequência, mais stressantes (Mombelli, Marcon, & Moura, 2011).

São vários os registos levados a cabo por diferentes autores que demonstram a forma como este tipo de stress afeta a vida da criança não só nessa fase de desenvolvimento, mas trazendo consequências negativas muito graves a longo prazo, para a adolescência e a vida adulta (Lemes et al, 2003).

Muitas vezes, situações geradoras de stress infantil fazem com que a pessoa, na idade adulta, desenvolva comportamentos desajustados (Lemes et al, 2003).

Conclusão

Verificamos que os estudos indicam que, apesar de termos presentes várias situações que podem levar ao stress infantil, a principal tem a ver com os métodos educativo e de orientação dos pais para com as crianças, uma vez que são as figuras de autoridade, ou seja, as mais importantes. Compreende-se que pais stressados utilizam métodos educativos menos positivos que trazem consequências para o desenvolvimento da criança e que podem ser levados até à idade adulta, fazendo muitas vezes com que a pessoa desenvolva mesmo problemas de comportamento ao longo de todo o desenvolvimento.

 

117 Visualizações 1 Total

References:

  • Lemes, S.O, Fisberg, M, Rocha, G.M, Ferrini, L.G, Martins, G, Siviero, K, & Ataka, M.A. (2003). STRESS INFANTIL E DESEMPENHO ESCOLAR – AVALIAÇÃO DE CRIANÇAS DE 1º A 4ª SÉRIE DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO. Revista Estudos de Psicologia, PUC-Campinas, v. 20, n. 1, p. 5-14, janeiro/abril 2003;
  • Mombelli, M.A, Costa, J.B, Marcon, S.S, & Moura, C.B. (2011). Estrutura e suporte familiar como fatores de risco de stress infantil. Estudos de Psicologia | Campinas | 28(3) | 327-335 – julho- setembro, 2011.

 

117 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.