Saúde familiar

A saúde familiar diz respeito ao bem estar de todos os elementos da família como um todo.

saude-familiar

Saúde familiar

A saúde familiar diz respeito ao bem estar de todos os elementos da família como um todo. A mesma deve ser entendida e trabalhada de forma ampla e sistémica por se tratar de uma situação, não individual, mas global.

No que concerne à saúde familiar, Menezes, Passareli, Drude, Santos e Valle (2007) indicam alguns aspetos a ter em conta, mediante o contexto, abordando a mesma do ponto de vista da presença de uma enfermidade grave no seio familiar.

Nesse sentido os autores mencionam, especificamente, a situação familiar em que se encontra um elemento a padecer de um tipo de doença oncológica com diagnóstico definitivo (Menezes, Passareli, Drude, Santos, & Valle, 2007).

Este tipo de situação, habitualmente deve ser trabalhado do ponto de vista da saúde mental familiar, tendo em conta que a família, sofre algumas reações típicas tais como o choque, aquando da descoberta da doença, a catástrofe, a incerteza e os sentimentos em relação à ameaça de morte eminente (Menezes, Passareli, Drude, Santos, & Valle, 2007).

No entanto, além da presença de uma doença oncológica, outros fatores podem prejudicar a saúde familiar, não sendo necessariamente, por questões de doença terminal (Ferriolli, Marturano, & Puntel, 2007).

Falamos de variados tipos de doença que, tais como a oncológica, afetam todos os membros da família, muitas vezes, por uma questão de histórico familiar, como é o caso da existência de uma perturbação de hiperatividade ou outros sintomas de ordem psiquiátrica (Ferriolli, Marturano, & Puntel, 2007).

Gestão da saúde familiar, mediante diferentes tipos de diagnóstico

Na maioria das vezes, quando a família se encontra perante uma situação de diagnóstico do cancro, é comum haver um ritual de luto antecipatório, ou então, uma dificuldade em aceitar a realidade, procurando, desesperadamente, uma segunda opinião, na esperança da reversão do diagnóstico (Menezes, Passareli, Drude, Santos, & Valle, 2007).

Em muitos casos, despoleta-se, entre os membros da família, uma reação de frustração, de sentimento de culpa, de revolta e impotência, chegando mesmo a pensar que a presença da doença se trata de castigo divino (Menezes, Passareli, Drude, Santos, & Valle, 2007).

Alguns comportamentos são também frequentes como é o caso da hostilidade, da raiva e do medo, associados ao cansaço físico extremo, principalmente quando se trata de uma criança em situação oncológica, cuja situação é vivida pelos pais, já que é necessário fazer vários e complexos exames diariamente (Menezes, Passareli, Drude, Santos, & Valle, 2007).

Já no caso de perturbações de ordem mental e psiquiátrica, algumas condições podem levar à ausência de saúde entre os membros, relacionados com a própria estrutura da família, como é o caso de uma discórdia conjugal, ou problemas provenientes do nível sócio económico (NSE) que desencadeia, em muitos casos, condutas desajustadas que desestabilizam a família, provocando situações de doença (Ferriolli, Marturano, & Puntel, 2007).

Em ambas as situações, é comum que os elementos da família, por diferentes razões, sintam sintomas de exaustão e impotência por acharem que não são capazes de segurar a situação seja no caso de uma doença incurável e terminal, seja por questões de perturbação mental (Ferriolli, Marturano, & Puntel, 2007; Menezes, Passareli, Drude, Santos, & Valle, 2007).

A perturbação emocional inerente às circunstâncias, muitas vezes leva a que haja um desiquilíbrio na ordem familiar, que leva os elementos a serem super protetores ou então, negligentes devido ao medo de fazer algo errado (Menezes, Passareli, Drude, Santos, & Valle, 2007).

No caso especifico de uma desordem mental, os estudos de Ferriolli, Marturano e Puntel (2007) indicam que a desestabilização familiar, em termos gerais, faz com que haja consequências ao nível do desenvolvimento global dos seus membros, como a perturbação de hiperatividade, já acima mencionada, a perturbação emocional, a perturbação de conduta, etc (Ferriolli, Marturano, & Puntel, 2007). Tudo isto, por se desenrolar no seio da família, traduz-se em problemas de saúde familiar, comum a todos os elementos (Ferriolli, Marturano, & Puntel, 2007).

Para todas estas situações, o Programa de Saúde Familiar (PSF) promove ações de proteção e de promoção para a saúde de toda a família, no sentido de assegurar os cuidados prestados a cada um dos elementos inseridos no seio, com especial destaque em relação aos cuidados a ter com as crianças (Ferriolli, Marturano, & Puntel, 2007).

“Um ambiente familiar organizado tem sido considerado um fator de proteção para crianças e adolescentes em situação de risco psicossocial. Esses recursos do contexto familiar podem ser potencializados por intermédio da atuação da equipe do PSF” (Ferriolli, Marturano, & Puntel, 2007).

Conclusão

Qualquer situação do foro da saúde, seja vivida por um ou mais elementos da família, interfere, não só com a estruturação de todo o sistema, como da própria saúde da mesma. É fundamental entender a saúde familiar como um cuidado a ser assegurado a todos os elementos como um todo, especialmente no caso das crianças, uma vez que estas são as mais afetadas na presença de uma situação de fragilidade.

303 Visualizações 2 Total

References:

  • Ferrioli, Silvia Helena Tortul, Marturano, Edna Maria, & Puntel, Ludmila Palucci. (2007). Contexto familiar e problemas de saúde mental infantil no Programa Saúde da Família. Revista de Saúde Pública, 41(2), 251-259. Epub 15 de fevereiro de 2007 http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102007000200012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pthttp://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102007000200012;
  • Menezes, Catarina Nívea Bezerra, Passareli, Paola Moura, Drud, Fernanda Souza, Santos, Manoel Antônio dos, & Valle Elizabeth Ranier Martins do. (2007). Câncer infantil: organização familiar e doença. Revista Mal Estar e Subjetividade, 7(1), 191-210. Recuperado em 01 de dezembro de 2016 de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1518-61482007000100011.
303 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo