Abordagem Ecológica

Conceito de Abordagem Ecológica

Brofenbrenner defende que para que haja uma compreensão do desenvolvimento humano, tem de se estudar o indivíduo integrado nos vários contextos onde este se move. A abordagem ecológica de Brofenbrenner providencia, assim, uma classificação das influências ambientais/contextos de desenvolvimento e impacto dos mesmos no desenvolvimento do indivíduo, sendo fácil perceber quais aqueles que têm um impacto mais imediato. Esta abordagem contempla cinco níveis de contextos de desenvolvimento interligados e organizados do contexto mais próximo ao indivíduo ao mais alargado. Desde a intimidade do lar, às instituições, ao sistema escolar, aos padrões culturais, sociais e históricos – tudo aquilo que possa afetar a vida da pessoa é posto em perspetiva.

Os cinco níveis que compõem a abordagem são, do mais próximo para o mais alargado, o microssistema – ambiente quotidiano na família, escola ou vizinhança e inclui relações interpessoais diretas e interativas; mesossistema – interações de vários microssistemas em que o indivíduo se inclui (por exemplo: relação entre a casa e a escola); exossistema – existência de interação entre dois ou mais contextos, em que pelo menos num deles o indivíduo não está incluído mas é diretamente afetado pelo mesmo; o macrossistema inclui os padrões culturais (ideologias, política, economia) e o cronossistema contempla a dimensão temporal, ou seja, a mudança/estabilidade, (não)normativa, do indivíduo e do meio.

Esta abordagem permite perceber a diversidade de influências que estão interligados no desenvolvimento, permitindo também um olhar atento ao modo como o indivíduo se move nos diversos contextos.

796 Visualizações 1 Total
796 Visualizações

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo