Júlia Pinheiro

Júlia Eduarda Santos Afonso Martins Pinheiro Pêgo, conhecida apenas por Júlia Pinheiro, é uma escritora, apresentadora e fundadora da revista digital “Júlia, de Bem com a Vida”.

Júlia Eduarda Santos Afonso Martins Pinheiro Pêgo, conhecida apenas por Júlia Pinheiro, é uma escritora, apresentadora e fundadora da revista digital “Júlia, de Bem com a Vida”.

Júlia Pinheiro nasceu a 6 de outubro de 1962, em Lisboa, mas passou parte da sua infância e adolescência por Almada.

Foi colega de liceu de figuras como José Manuel Durão Barroso e os músicos Tim e António Manuel Ribeiro, tendo posteriormente ingressado na Universidade Nova de Lisboa, onde tirou a licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas. Depois de findado o curso, tirou uma pós-graduação em Comunicação Social, pela Universidade Católica Portuguesa.

A decisão de enveredar pelo jornalismo aconteceu quando um dia, perto da Avenida de Berna, presenciou o cortejo da visita do Papa João Paulo II e acabou por ficar fascinada com o trabalho do repórter José Augusto Marques.

Viu a sua carreira no mundo da comunicação iniciar ao começar por estagiar na RDP (Radiodifusão Portuguesa, agora conhecida por RTP) e tendo tido como colegas Emídio Rangel e Fernando Alves. Em 1984, trocou a estação pública pela Rádio Renascença onde permaneceu até 1992, tendo chegado a apresentar Passeio da Fortuna/Jogo da mala.

Fez parte da equipa fundadora da revista Máxima, tendo tido como chefe de redação Maria Antónia Palla.

A sua chegada à televisão ocorreu em 1983, ao ser uma das apresentadoras do programa Estamos Nessa, emitido na RTP. De seguida, mudou-se para a SIC onde apresentou o programa Praça Pública. Seguiram-se outros programas como é o caso de Só Para Inteligentes, SIC 10 Horas, A Noite da Má Língua, Filhos da Nação, Mr World, SIC 11 Horas, Noites Marcianas e Às Duas por Três. Mais tarde chegou a regressar à RTP para apresentar os programas O Elo Mais Fraco, Gregos e Troianos e O Jogo da Espera. Depois de um curto espaço de tempo, foi tempo de se mudar para a TVI, onde exerceu as funções de subdiretora de Programação e onde apresentou vários reality shows e talk shows como A Grande Oportunidade, Eu Confesso, A Quinta das Celebridades, Primeira Companhia, Circo das Celebridades, O Meu Odioso e Inacreditável Noivo, Canta Por Mim, Casamento de Sonho, Pedro, O Milionário, As Tardes da Júlia, Depois da Vida, Uma Canção Para Ti, Quem é o Melhor?, Factos em Direto e Secret Story.

A janeiro de 2011, regressou à SIC para assumir o cargo de Diretora de Gestão e Desenvolvimento de Conteúdos até março de 2016. A partir dessa data passa a assumir a função de Diretora Executiva de Conteúdos da SIC. Quando se estreou na SIC novamente, em 2011, estreou-se com o programa Querida Júlia e apresentou outros como Peso Pesado, Splash! Celebridades e Sabadabadão (com João Baião). Atualmente a apresentadora tem um programa em conjunto com João Paulo Rodrigues, o programa Queridas Manhãs.

Relativamente à sua vida pessoal, a apresentadora é casada com Rui Pêgo, do qual tem três filhos: as gémeas Matilde e Carolina e Rui Maria Pêgo.

Júlia Pinheiro chegou a escrever crónicas para publicações como: Máxima (O Que Diz Júlia), Lux (Minha Querida Júlia), 24 horas, Activa – Publisher da revista e atualmente tem a sua própria revista online, Júlia, de Bem com a Vida.

A apresentadora tornou-se também a autora de livros como O Que Diz Júlia (2001), Não Sei Nada Sobre o Amor (2009) e Um Castigo Exemplar (2015).

 

89 Visualizações 1 Total
89 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo