Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  Biologia
  •  Economia
  •  História
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Validade

Conceito de Validade

Em filosofia, o termo validade (também chamada verdade lógica, ou ainda verdade analítica) designa uma propriedade que os argumentos possuem sempre que é impossível ou muitíssimo improvável que as suas premissas sejam verdadeiras e a sua conclusão falsa. A propriedade de validade ou invalidade apenas pode ser atribuída aos argumentos e nunca às proposições. De facto, as proposições ou são verdadeiras ou são falsas; mas os argumentos, que são formados por várias proposições, ou são válidos ou são inválidos: são válidos se a conclusão é sustentada a partir de uma ou mais premissas (independentemente de serem verdadeiras ou falsas) e são inválidos se tal não se verifica. Assim, diz-se que ‘um argumento é válido se, e só se, for logicamente impossível ter premissas verdadeiras e uma conclusão falsa’.

Um conclusão importante do referido é a de que não basta que um argumento seja válido para que este seja aceite. De facto, um argumento pode ser válido mesmo que as suas premissas sejam falsas, bastando para tal que exista consistência lógica. Por exemplo, dificilmente alguém aceitaria um argumento do tipo: Se os gatos têm asas, os cães são invertebrados; verifica-se que os gatos têm asas; logo os cães são invertebrados. Neste exemplo, a conclusão é sustentada por duas premissas, logo o argumento é válido. Contudo, as premissas são claramente falsas, pelo que ninguém aceitaria o argumento. Assim, para que o argumento seja aceite, além de válido, este tem de ser também sólido, ou seja tem de assentar em premissas verdadeiras. Assim, se um argumento for válido e tiver premissas verdadeiras, então a sua conclusão terá de ser aceite. Para não aceitar a conclusão de um argumento válido, é necessário demonstrar que alguma das suas premissas é falsa.

44 Visualizações 2 Total
44 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo