Aristóteles

Junto de Sócrates e Platão, Aristóteles foi um dos fundadores da filosofia ocidental. O pensador grego estabeleceu os primeiros estudos sobre a lógica.

Quem foi Aristóteles?

Aristóteles é o nome de um dos maiores filósofos gregos da história. Nascido em Estagira, 384 a.C., ele foi o principal discípulo de Platão. Também foi professor de Alexandre, o Grande.

Suas teorias ficaram conhecidas por terem dado início a discussões importantes dentro de áreas como a física, a metafísica, as leis da poesia e do drama, a música, a lógica, a poética, a retórica, o governo, a ética, a biologia e a zoologia.

O trio Sócrates, Platão e Aristóteles é visto como o fundador da da filosofia ocidental.

Aristóteles e Alexandre Magno

Filosofia aristotélica

No século XII, a ideologia aristotélica dominou o pensamento na Europa. Porém a grande revolução científica só se deu no século XVI. Muitos de seus trabalhos atualmente são desmentidos, pois Aristóteles aplicava metodologias inadequadas aos seus objetos, por conta da ausência de tecnologia apropriada para a época.

A sua lógica envolve uma teoria de caráter semântico. O filósofo desenvolveu-a em pelo menos seis de duas obras, para que servisse de estrutura da comprovação de suas proposições. Foi por meio dela que pode estabelecer a primazia da lógia dedutiva.

Essa síntese foi sistematizada, para que se pudesse definir as interferências válidas e não válidas. Ou seja, poder apontar o que realmente aconteceu e o acontecimento apenas aparente. Durante dois mil anos da história humana, estudar lógica foi sinónimo de estudar Artistóteles.

Física e química

No campo da física, Aristóteles declarava que os movimentos dos planetas eram regidos por leis diferentes que as do planeta Terra. Por isso, ele não reconhecia a ideia de inércia. Ele também apontou que o movimento era sempre uma mudança de lugar em prol de uma causa. Para ele, o repouso e o movimento eram dois fenómenos completamente distintos.

Sobre a química, ao contrário de seu professor, Platão, Arístoteles não admitia a existência de átomos ou partículas menores. Para ele, o espaço cideral estava cheio de continuum, um material divisível ao infinito.

O filósofo também expôs, em sua obra Meteorologia, que toda a matéria é um fragmento formado por quatro elementos: terra, água, ar e fogo. Sendo assim, impossível de isolar os substratos únicos de cada um dos elementos da matéria. Boa parte dos estudos da Alquimia são provenientes dos pensamentos aristotélicos.

183 Visualizações 1 Total

References:

Stirn, F. (2006). Compreender Aristóteles. Petrópolis: Vozes.

183 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo