Antropometria

Antropometria, é uma das áreas da Antropologia e consiste num conjunto de técnicas que compreende e estuda as medidas do corpo humano, isto é, estuda e avalia as diferentes medidas e proporções das várias partes do corpo humano.

É um ramo das ciências biológicas que tem como objectivo o estudo dos caracteres mensuráveis da morfologia humana.

Etimologicamente, a palavra antropometria é formada pela junção de dois termos de origem grega: ánthropos, que significa “homem” ou “ser humano”; e métron, que quer dizer “medida”.

A origem da Antropometria vem da antiguidade, pois os egípcios e gregos já observavam e estudavam a relação das diversas partes do corpo. A importância das medidas ganhou especial interesse na década de 40 provocada de um lado pela necessidade da produção em massa, pois um produto mal dimensionado pode provocar a elevação dos custos e por outro lado, devido ao surgimento dos sistemas de trabalho complexos onde o desempenho humano é crítico e o desenvolvimento desses sistemas dependem das dimensões antropométricas dos seus operadores.

A antropometria e a ergonomia são duas ciências que estão intrinsecamente ligadas, já que a antropometria é o estudo das dimensões e das partes do corpo humano. Já a ergonomia (ergo = trabalho; nomo = ciência), é o estudo da adaptação dos membros do corpo humano ao ambiente a sua volta.

Enquanto disciplina, a ergonomia deve estudar o desempenho humano no uso de objectos e/ou espaço (execução de tarefas) e as relações métricas, anatómicas, fisiológicas, sensoriais, psicológicas e psicomotoras estabelecidas, visando a sua compreensão e estabelecendo os princípios orientadores para a identificação e instrumentalização deste conhecimento. Com o objectivo de garantir a eficácia do desempenho humano.

302px-Bertillon_-_Signalement_Anthropometrique

Antropometria

É por isso fundamental o conhecimento, compreensão e respeito pelas características, limitações e capacidades humanas. Por isso, utiliza técnicas da antropometria para adaptar o ambiente de trabalho ao ser humano, por exemplo: criando cadeiras, mesas, tesouras e demais objectos que sejam mais fáceis e confortáveis de se manusear; criando objectos que se adaptem ao corpo humano.

A antropometria está relacionada com os estudos da antropologia física ou biológica. A antropologia é a ciência da humanidade com a preocupação de conhecer cientificamente o ser humano na sua totalidade (Marconi citado por SANTOS, 1997). Devido ao fato de ser um objectivo extremamente amplo que visa o homem como ser biológico, pensante, produtor de culturas e participante da sociedade, a antropologia se divide em dois grandes campos a antropologia física e a antropometria cultural.

A antropologia física ou biológica estuda a natureza física do homem, origem, evolução, estrutura anatómica, processos fisiológicos e as diferenças raciais das populações antigas e modernas. Nesta situa-se a antropometria, com o objectivo de levantar dados das diversas dimensões dos segmentos corporais (SANTOS, 1997).

A antropometria utiliza diversas técnicas para medir cada uma das partes do corpo, fornecendo informações preciosas sobre o corpo e a sua condição física e biológica, tanto para atletas como para indivíduos sedentários.

A antropometria estuda as medidas de tamanho e proporções do corpo humano. Medidas antropométricas tais como o peso, a altura, a circunferência da cintura, anca e braço, são utilizadas para o diagnóstico do estado nutricional (desnutrição, excesso de peso e obesidade). Por meio destas medidas antropométricas pode-se estimar a massa corporal total expressada pelo peso, massa corporal gordurosa expressada pelas dobras cutâneas e a massa corporal proteica expressada pela circunferência e área muscular do braço. Podem ainda, facilitar a avaliação dos riscos de ter algumas doenças, como os diabetes ou os problemas cardíacos como a hipertensão, em crianças, adultos, gestantes e idosos.

A antropometria, como método de investigação científica do corpo humano e do estado nutricional, apresenta um grande número de vantagens e facilidades: método não invasivo, de fácil execução, de baixo custo económico, simples e rápida execução e alta confiabilidade.

222 Visualizações 1 Total

References:

ABRAHÃO, J.; SZNELWAR, L.; SILVINO, A.; SARMET, M.; PINHO, D. Introdução à Ergonomia: da prática à teoria. Blucher. São Paulo, 2009

MELO, J. M. Ergonomía Práctica: guía para la evaluación ergonómica de un puesto de trabajo. Juana Mans.Buenos Aires 2009

PANERO, Julius e ZELNIK, Martin. Las dimensiones humanas en los espacios interiores. Estándares antropometricos. 5 ed. México : G. Gili, 1991.

ROEBUCK, J. A. Jr.; KROEMER, K. H. E.; THOMSON, W. G. Engineering anthropometry methods. Wiley-Intersciencie:J Wiley. New York, 1975

SANTOS, Neri dos et. al. Antropotecnologia: a ergonomia dos sistemas de produção. Genesis. Curitiba, 1997

222 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo