Ortótese

Apresentação do conceito de ortótese – principais tipos e suas funções

Uma ortótese define-se como sendo um dispositivo ortopédico de uso provisório, destinado a alinhar ou corrigir um determinado segmento corporal, com o  objetivo de melhorar a função do mesmo.

As principais funções das ortóteses permitem a imobilização de um segmento corporal, a prevenção ou correção de deformidades, o fornecimento de um suporte e alinhamento articular, a substituição de uma função motora perdida, a promoção de um maior controlo do movimento e a facilitação do alinhamento de fraturas e tecidos em fase de cicatrização.

O material mais utilizado na confeção de ortóteses é termoplástico, uma vez que se torna maleável e adequado para ser trabalhado a temperaturas entre os 65ᵒ e 75ᵒ, recuperando a sua rigidez após arrefecer.

As ortóteses podem ser utilizadas em diversas situações, nomeadamente em patologias do foro músculo-esquelético, lesões desportivas, lesões decorrentes da actividade laboral e lesões neurológicas centrais e periféricas.

Relativamente aos principais tipos de ortóteses, estes podem ser de repouso (imobilização feita numa posição previamente corrigida), de postura ou correção (permite uma correção progressiva de uma atitude viciosa) ou de restrição (limita um determinado movimento). Podem ainda ser divididas em três secções, de acordo com o segmento corporal para o qual estão destinadas, seja para o tronco, para o membro superior ou para o membro inferior.

147 Visualizações 1 Total

References:

Coppard, B., Lohman, H. (2015), Introduction to Orthotics: A Clinical Reasoning and Problem-Solving Approach (Fourth Edition), Mosby, Elsevier (Chap. 1, pp 2-3; Chap. 3, pp 27-28)
147 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.