Menopausa

Apresentação do conceito de Menopausa: É o período que define a perda da capacidade reprodutiva feminina, é um acontecimento fisiológico que abrange (…)

Conceito de Menopausa

É o período que define a perda da capacidade reprodutiva feminina, é um acontecimento fisiológico que abrange vários outros processos em diferentes órgãos e sistemas. É uma característica Humana, visto que nos animais a fertilidade não cessa, ela diminuiu mas os indivíduos continuam férteis. Pode ser comparada à puberdade, como sendo o seu contrário, a transição da fase de vida fértil para infértil.

Acontece em média sensivelmente por volta dos 50 anos, sendo que é considera precoce antes dos 40 e tardia depois dos 55 anos. O pico da fertilidade é por volta dos 20 anos e a partir daí vai diminuindo ao longo do tempo até que chega ao fim com a entrada na menopausa, dá-se a perda de atividade folicular e consequente cessação do ciclo ovariano e uterino, tendo como consequência a cessação permanente da menstruação que é reconhecida após 12 meses consecutivos sem a mulher menstruar. Este esgotamento dos folículos e fim de produção de estrogénios leva a que deixe de ocorrer retroalimentação negativa das hormonas ováricas sobre o complexo hipotálamo-hipófise levando a um aumento nos níveis de gonadoestimulinas após a menopausa.

Assim, a partir dos 30 anos inicia-se uma apoptose folicular acelerada que levará os folículos a deteriorarem, acaba a reserva ovárica de oócitos e como consequência os níveis de hormonas sexuais produzidas diminuirá, afetando todos os tecidos respondentes a estas, especialmente útero, vagina e tecido mamário, levando ao fato mais marcante deste período a perda de fertilidade e ao último ciclo menstrual.

Estas mudanças definitivas são precedidas por um período pré-menopausa – Climatério – um período de transição, entre cerca de 1-4 anos em que aparecem os primeiros sintomas, com sangramentos e frequência de ciclos irregulares.

Acompanhando estes sintomas surgem outros que são causados direta ou indiretamente pela quebra nos níveis de estrogénios, a intensidade destes sintomas varia de acordo com cada mulher mas cerca de 85% das mulheres experimentam-nos.

Estes sintomas são geralmente:

  • Calores (hot flashes), que são repentinas e intensas sensações de calor no peito e cara que se podem espalhar pelo corpo todo e acompanhados de transpiração;
  • Perdade massa óssea com risco aumentado de osteoporose;
  • Ganho de peso abdominal;
  • Voz mais profunda;
  • Perda de colagénio com alterações na pele e cabelo mais fino;
  • Perda de força muscular;
  • Dificuldade no esvaziamento da bexiga e uretra e perda involuntária de urina com aumento da frequência urinária;
  • O estreitamento e encurtamento da vagina com perda de elasticidade e uma diminuição na produção de secreções que leva a um ressecamento vaginal que pode levar a um desconforto na atividade sexual e por sua vez uma diminuição da libido;
  • Um aumento no pH do fluido vaginal que torna a mulher mais propensa a infeções;
  • Irregularidades no sono;
  • Possibilidade de anormalidades cardiovasculares;
  • Diminuição do tamanho de peito, ovários e útero.

Juntando a todas estas alterações físicas ocorrem também alterações no humor, como ansiedade, depressão, fadiga, dificuldade de concentração ou irritabilidade que também decorrem de este ser um período que necessita também de uma adaptação psicológica. É então uma fase de transição e determina o final da idade reprodutiva com diversas mudanças físicas e psicológicas.

309 Visualizações 1 Total
309 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter