Glândulas Salivares Minor

As Glândulas Salivares encontram-se no interior da cavidade oral e a sua função é a produção e secreção de saliva. Elas podem ser divididas em Glândulas Salivares Minor e Glândulas Salivares Major. As Glândulas salivares minor são chamadas assim, em contraste com as glândulas salivares major, em vista do tamanho que as outras (Parótida, Glândula Salivar Submandibular e Glândula Salivar Submaxilar) possuem.

As Glândulas salivares Minor estimam-se serem entre 800 e 1000 e encontram-se espalhadas pela mucosa da cavidade oral, em especial na zona do Palato Duro. Além disso, existem também na zona do lábio. São pequenas massas discretas e mucosas que segregam saliva (o tamanho de cada uma delas é de cerca de um a dois milímetros de diâmetro), e diferente das glândulas salivares major, elas não são encapsuladas por tecido conjuntivo, apenas cercados pelo mesmo. Elas podem ter ductos com outra glândula salivar minor, ou pode ter o seu próprio ducto salivar. A excepção são as glândulas serosas de Von Ebner que existem abaixo dos sulcos circunvaladas e nas papilas foliáceas da língua. Estas também podem ser chamadas de glândulas gustatórias, e são glândulas exócrinas encontradas na língua. São glândulas salivares serosas e foram nomeadas em homenagem a Anton Gilbert Victor von Ebner, Ritter von Rofeinstein, um anatomista e histologista austríaco que viveu na segunda metade do século XIX e primeiras décadas do século XX. Ele descreveu as glândulas de Von Ebner pela primeira vez. Estas glândulas segregam a lípase lingual o que inicia a hidrólise dos lípidos. Além disso, a secreção proveniente destas glândulas presumivelmente liberta material que ativa as papilas gustativas para responder rapidamente ás mudanças de estímulo.

As Glândulas Salivares minor, regra geral, produzem como secreção principalmente rica em mucoproteínas com alta concentração de Imunoglobinas A secretora. Portanto, as glândulas salivares minor, têm um papel importante e fundamental para proteger o organismo de infecções virais ou bacterianas através da mucosa oral. Portanto, a saliva produzida pelas glândulas salivares minores parecem ter um papel importante na formação de película adquirida (camada acelular que é a base para a adesão de microorganismos que desenvolvem a placa bacteriana). Além disso, estas glândulas salivares minor possuem nos seus ductos, um acumulo focal de linfócitos (um tipo de leucócito branco), o que aumenta ainda mais o seu papel na função imunológica. Um aspecto curioso em relação ás glândulas salivares minor, relaciona-se com a concentração de mucossubstâncias. Acredita-se que nos seres humanos, as glândulas salivares menores, ou minor, são responsáveis por secretar apenas cerca de 10% da saliva, contudo, elas segregam cerca de 70% do muco.

As glândulas salivares minor também estão sujeitos a diferentes patologias. Estas podem ter várias etimologias. Pode ser provocado por vírus, por bactérias, ou por obstrução dos canais secretores da saliva, que podem ser causados por rolhões de muco, ou pela presença de cálculos (também conhecidos por pedras) que se formam no interior destes canais. Os sinais característicos de problemas nas glândulas salivares são o aumento do tamanho, a inflamação, pele inflamada, rubor, e saída de pus pelo orifício do canal secretor da saliva. Também, nas glândulas salivares minor, é bastante comum a obstrução do canal secretor da saliva por trauma. A essa patologia chama-se mucocelo. É uma lesão cística benigna (e contém saliva no seu interior), e é assintomática. É de cor azulada e é mais frequente em crianças, adolescentes e jovens adultos. A localização mais comum é a superfície do lábio interior, contudo, pode ser encontrado noutros locais, como o vestíbulo, ou o ventre da língua. Se encontrada no soalho da cavidade oral é conhecida por rânula. É uma lesão benigna.

O Tratamento das patologias das glândulas salivares minor passa pelo desentupir da glândula ou glândulas secretoras de saliva.

A secreção de saliva pelas glândulas salivares minor também é activada pelo sistema nervoso autónomo, o sistema nervoso simpático e o sistema nervoso parassimpático. Como tal, o uso de medicação antidepressiva ou outras, também afectará o comportamento das glândulas salivares minor.

 

1400 Visualizações 1 Total
1400 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.