Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Abcesso

Apresentação do conceito de Abcesso; causas, sintomas, dianóstico e tratamento dos abcessos; vários tipos de abcessos.

Conceito de Abcesso

Um abcesso é uma acumulação localizada de pus, geralmente causada por uma infecção bacteriana. Por exemplo, as borbulhas constituem abcessos cutâneos superficiais. Quando as bactérias invadem uma parte do corpo, provocam uma infecção nessa área, originando a morte de algumas células aí localizadas. As bactérias são então atacadas pelos glóbulos brancos que após as destruírem, morrem, originando o líquido branco e viscoso a que se chama pus. À medida que o pus se deposita e afasta o tecido são, forma-se à sua volta uma membrana que exsuda o líquido purulento no seu interior e protege o resto do organismo da infecção. Apesar de mais frequentes na pele e por baixo dela (em especial na cara e em zonas húmidas como as virilhas e as axilas), os abcessos podem surgir em qualquer parte do corpo, incluindo a boca, os pulmões, o recto e os músculos.

Os abcessos podem ser originados por infecções nas foliculites (pequenas glândulas da pele), picadas e escoriações, disseminação de bactérias provenientes de outras regiões do corpo, entre outras.

Sintomas e diagnóstico

Quando o abcesso se forma junto à superfície da pele, são facilmente detectáveis pela cor avermelhada da zona circundante, pelo calor, inchaço, dor espontânea ou à pressão e por vezes febre. Contudo, quando se forma em zonas mais profundas, torna-se mais difícil de detectar, podendo adquirir grande volume antes de provocar sintomas. Nestes casos, para os diagnosticar pode ser necessário exames como análises ao sangue, radiografias, ecografias, TAC ou ressonância magnética. Dado que os abcessos e os tumores podem causar sintomas e imagens semelhantes, pode ser necessário colher uma amostra do pus e analisar laboratorialmente para se chegar a uma conclusão definitiva.

Tratamento

Em muito casos o abcesso cura-se sem qualquer tipo de tratamento, rebentando e esvaziando o seu conteúdo ou desaparecendo lentamente com absorção dos resíduos pelo próprio organismo. Noutros casos pode ser necessário puncionar e drenar o abcesso. Como os abcessos não recebem sangue, os antibióticos são pouco eficazes mas poderão ser necessários quando a infecção se propaga a outras partes do organismo.

Alguns tipo de abcesso

  • Abcesso Alveolar
  • Abcesso Isquiorrectal
  • Abcesso Perinefrítico
  • Abcesso Peritonsilar

.

Nota importante:
Este texto é meramente descritivo e não constitui nem substitui aconselhamento médico.
1481 Visualizações 1 Total
1481 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter