LinkedIn

Rede social LinkedIn: conceito, utilidade, funcionamento e registo

LinkedIn

LinkedIn é uma rede social de negócios utilizada, principalmente, por profissionais que pretendam apresentar as suas competências.

 

O LinkedIn é uma espécie de currículo online no qual todos os utilizadores podem partilhar o seu percurso académico e profissional.

O LinkedIn foi fundado em dezembro de 2002 por Reis Hoffman e Allen Blue e lançado em maio de 2003. Em 2007 tinha mais de 16 milhões de utilizadores registrados, abrangendo 150 indústrias e mais de 400 regiões económicas. Em 2015 o número subiu para 347 milhões de utilizadores em mais de 200 países. Um ano depois, a Microsoft adquiriu a empresa Linkedin, sendo o atual diretor, Jeff Weiner, passando Hoffman para presidente do conselho de administração.

 

Utilidade do LinkedIn

O LinkedIn tem como principal objetivo ajudar os seus utilizadores a encontrarem propostas de emprego. Para isso, conta com uma ferramenta de pesquisa de candidatos, disponibilizada para as empresas e para os potenciais recrutadores.

No LinkedIn o utilizador pode colocar o seu currículo, as suas habilitações académicas, o percurso profissional e outros conhecimentos, bem como solicitar a ex-colegas e empregadores, recomendações.

A facilidade de ligação a outras pessoas e empresa, permite-lhe assim expandir-se e também receber avaliações dos seus conhecimentos, com a atribuição de pontos em cada um dos seus conhecimentos preenchidos no perfil. Assim, quanto mais avaliações receber, mais o perfil do utilizador se destacará.

Além se servir para encontrar emprego ou novos desafios, o LinkedIn consegue relacionar profissionais de todo mundo, ligar pessoas que têm a mesma atividade, realizar marketing pessoal digital, procurar por empresas, etc.

 

Funcionamento do LinkedIn

O funcionamento do LinkedIn é muito similar ao de todas as outras redes sociais de relacionamentos, mas a visibilidade e as ligações podem ser mais facilmente ampliadas. Por exemplo: um utilizador pode ter 100 ligações ou conexões e essas 100 também terem outras 100, por exemplo, e isso significa que um perfil com 100 ligações está disponível para 10.000 ligações quase diretas. A par, o LinkedIn permite que um amigo (uma ligação) partilhe a informação de um utilizador e ainda existem grupos e empresas que se podem seguir e que também ajudam a aumentar a visibilidade. Ou seja, todos os profissionais que também estejam a seguir esse grupo ou essa empresa, estão indiretamente ligados ao utilizador, ampliando ainda mais a sua rede.

 

Registo no LinkedIn

  • A primeira coisa que uma pessoa deve fazer para pertencer a esta rede social é registar-se no LinkedIn, preenchendo o formulário com os seus dados ou usando os dados da sua conta de Facebook.
  • Depois desse registo inicial, o LinkedIn pede alguns dados profissionais: Procura emprego? Está a trabalhar? Onde? Etc.
  • Dadas as respostas, o utilizador pode começar a adicionar contatos à sua rede social através dos seus contatos do Facebook (por exemplo), das sugestões de pessoas que talvez conheça ou procurando contatos através do email.
  • Criado o perfil, o LinkedIn pede ao utilizador para escolher um plano: premium (pago) ou básico (gratuito). No caso de se tratar de um particular, a conta gratuita costuma ser suficiente.
  • A seguir é começar a atualizar a informação sobre a sua experiência, competências, conhecimentos, idiomas, etc.
  • Com a informação publicada, resta criar uma rede profissional, adicionando contatos de colegas de trabalho, de escola, universidade, profissionais do setor, etc. Também é muito importante participar em grupos relacionados com a profissão ou com a formação académica do utilizador, de modo a ampliar a rede.
  • Se o utilizador está à procura de emprego, deve usar a pesquisa de emprego para encontrar ofertas de trabalho relacionadas com a sua área. Também pode adicionar aplicações ao seu perfil do LinkedIn, como é o caso do slide share com o qual poderá partilhar apresentações em diversos formatos com a sua rede de contatos.
  • Outra opção que o LinkedIn permite é enviar e receber mensagens, garantindo o contato direto com qualquer pessoa.

 

Dicas para um bom perfil no LinkedIn

  • Manter sempre o perfil atualizado e simples.
  • Descrever-se de forma simples e autêntica.
  • Ser sempre sincero.
  • Resumir: ser objetivo e direto no perfil, até porque muito texto acaba por cansar os leitores.
  • Dar atenção à imagem de perfil: a foto deve representar a imagem profissional do utilizador.
  • Utilizar os serviços e aplicativos da rede social para se diferenciar, inclusive o mecanismo de vídeo de apresentação.
231 Visualizações 1 Total
231 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.