Contexto Socio-Cultural

Conceito de Contexto Sócio-Cultural

O Contexto Sócio-Cultural designa um grupo de variáveis contextuais com influência no desempenho e na actividade e reflecte os valores, costumes e tradições da sociedade e influencia as trocas e os sistemas de trabalho.

São exemplos de variáveis do Contexto Sócio-Cultural as seguintes:

  • Estilo de vida: O estilo de vida das populações tem grande influência no tipo de bens e serviços adquiridos, na frequência de compra, entre outros. Por exemplo, desde meados dos anos 70, tem-se assistido a uma crescente inserção de mulheres no mercado de trabalho, com importantes reflexos nos seus padrões de consumo – destacam-se o acentuado crescimento da procura de comida congelada, bebidas alcoólicas ou tabaco, entre outros. Outra tendência que tem vindo a acentuar-se é o aumento significativo das preocupações com a saúde e com a aparência física contribuindo para o aparecimento dos produtos dietéticos, aparelhos de manutenção física, entre outros
  • Valores sociais: Tal como no caso do estilo de vida, as alterações nos valores sociais também se reflectem em alterações nos padrões de consumo. A crescente preocupação com a protecção do meio ambiente, por exemplo, tem sido bem aproveitada por algumas empresas através da produção de bens tolerados pelo ambiente como é o caso das embalagens reutilizáveis. Outro exemplo são as maiores preocupações das populações com questões sociais e culturais o que tem levado algumas empresas a envolverem-se em actividades como o apoio a causas sociais ou o patrocínio de eventos culturais.
  • Factores demográficos: (taxa de natalidade, estrutura etária,…). A evolução deste tipo de factores tem uma importância acrescida para as organizações que desenvolvem bens ou serviços destinados a determinadas faixas etárias (ou seja, que fazem segmentação do mercado utilizando variáveis demográficas). Por exemplo, o efeito conjunto da redução da taxa de natalidade e do aumento da expectativa de vida dos portugueses está a ter um impacte duplo nos estabelecimentos de ensino superior: por uma lado, há cada vez menos jovens a ingressar nas universidades mas, por outro, verifica-se um crescente número de adultos que procura cursos de pós-graduação com o objectivo de actualizar os seus conhecimentos. Em resposta muitas universidades estão a lançar com sucesso programas de formação para executivos.

O contexto sócio-cultural inclui ainda factores como a taxa de analfabetismo, a distribuição geográfica da população, o nível educacional e a composição étnica da população. Todos estes factores podem influenciar o desempenho das organizações, afectando o seu nível de produtividade e os padrões de qualidade dos seus produtos.

8496 Visualizações 16 Total
8496 Visualizações