Abordagem Contingencial da Gestão

Conceito de Abordagem Contingencial da Gestão – A Abordagem Contingencial (ou Teoria da Contingência) surgiu, juntamente com a Abordagem Sistémica, na (…)

Conceito de Abordagem Contingencial da Gestão

A Abordagem Contingencial (ou Teoria da Contingência) surgiu, juntamente com a Abordagem Sistémica, na sequência da detecção de diversas limitações das escolas de gestão anteriores, nomeadamente a Escola Clássica e a Escola Comportamental.

A Abordagem Contingencial apresenta como princípio base o facto de que as organizações não actuam isoladamente, estando sujeitas a diversos tipos de contingências (contingência significa algo cuja ocorrência é incerta ou eventual sendo a sua confirmação possível apenas pela experiência e pela evidência e não pela razão). Tudo o que acontece na sua envolvente externa, quer a nível sociológico, tecnológico político ou demográfico poderá condicionar a sua actividade, a sua estrutura organizacional, a sua gestão e as decisões dos seus gestores. Por isso, segundo a Abordagem Contingencial, não é possível estabelecer uma única forma óptima de gerir as organizações: cada situação específica requer um tipo de gestão específica.

Estas conclusões foram obtidas a partir de estudos realizados por diversos investigadores (entre os quais Tom Burns, G. M. Stalker, Alfred D. Chandler, Paul Lawrence e Jay Lorsch), os quais incidiram na análise do impacto ambiental sobre o funcionamento das organizações.

730 Visualizações 2 Total
730 Visualizações

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo