Concorrência Imperfeita

Uma situação de Concorrência Imperfeita corresponde a uma estrutura de mercado em que não se verifica a concorrência perfeita, ou seja, em que existe pelo menos uma empresa ou consumidor com poder suficiente para influenciar o preço de mercado e a quantidade transacionada. São exemplos de situações de concorrência imperfeita os oligopólios e a concorrência monopolística, estruturas de mercado que se situam entre a concorrência perfeita e o monopólio. Uma situação de concorrência imperfeita pode ocorrer também quando existe poder de influência dos preços de um ou de um número reduzido de consumidores – acontece por exemplo entre os produtores agrícolas e a grande distribuição, situação em que o reduzido número de distribuidores em comparação com o elevado número de produtores, a que se junta a grande diferença de dimensão, confere à grande distribuição um forte poder negocial.

Algumas características deste tipo de estruturas de mercado são: (1) a existência de produtos diferenciados (as empresas procuram introduzir determinadas características nos seus produtos de dorma a diferenciá-los dos concorrentes e de forma a criar pequenos nichos de mercado); (2) a existência de preços distintos para cada um dos produtos (esta diferenciação de preços está diretamente relacionada com a diferenciação dos produtos, permitindo às empresas serem ‘fazedores de preços’ em lugar de apenas ‘tomadores de preços’ como acontece na concorrência perfeita).

Muitas vezes, a forma encontrada para evitar excessos por parte de quem tem poder para influenciar os preços, é através de regulação que visa impedir esses mesmos excessos.

12882 Visualizações 42 Total
12882 Visualizações