Arbitragem

Conceito de Arbitragem

Em economia, nas finanças e no mundo dos negócios em geral, arbitragem significa a compra de um determinado bem num determinado mercado com o objectivo de o revender logo de seguida noutro mercado para assim conseguir ganhos com a diferença de preços. A arbitragem constitui assim um importante instrumento na eliminação de discrepâncias nos preços dos mesmos bens em mercados diferentes, contribuindo assim para uma maior eficiência no funcionamento dos mercados. No limite, a arbitragem faz com que a diferença de preços entre dois mercados geográficos será menor ou igual do que os custos de transporte desse bem entre os dois mercados.

Por exemplo, em contexto de mercados financeiros, o termo Arbitragem designa a compra (ou venda) de valores mobiliários numa determinada praça financeira e a sua venda (ou compra) simultânea numa outra, obtendo ganhos com as diferenças de cotação entre ambas as praças. Teoricamente, a arbitragem não deverá incluir qualquer risco ou necessidades de capital próprio, embora na prática, possa existir algum risco envolvido e seja necessário algum capital próprio.  É devido ao mecanismo de arbitragem que os valores mobiliários tendem a apresentar a mesma cotação em todos os mercados em que estão cotados – de facto, qualquer diferença de cotação seria rapidamente aproveitada através de arbitragem, levando à sua anulação.

60 Visualizações 1 Total
60 Visualizações