Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Agenda 2030

A Agenda 2030 é assim um compromisso da ONU para assegurar a implementação dos princípios do desenvolvimento sustentável.

O que é a Agenda 2030?

A Agenda 2030 é um documento elaborado pelas Organização das Nações Unidas, em jeito de compromisso, para assegurar a implementação dos princípios do desenvolvimento sustentável.

A 1 de janeiro de 2016 entrou em vigor a resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) intitulada “Transformar o nosso mundo: Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável”, constituída por 17 objetivos desdobrados em 169 metas. Aqueles objetivos são conhecidos como os «Objetivos de Desenvolvimento Sustentável» (ODS), são parte integrante da Agenda 2030 e foram pensados a partir do sucesso dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), que vigoraram entre entre 2000 e 2015.

Em que consiste a Agenda 2030?

A «Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável» aborda várias dimensões do desenvolvimento sustentável – social, económico e ambiental – mobilizando os meios de implementação dos recursos financeiros, às tecnologias de desenvolvimento e capacitação dos agentes locais para o desenvolvimento sustentável.

Atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável implica responsabilizar e envolver os países membros através de um esforço coletivo, novas parcerias e solidariedade institucional.

Gestão, implementação e avaliação

A avaliação dos progressos será realizada regularmente, por cada país, envolvendo governo, a sociedade, empresas e representantes de vários grupos de interesse. Será utilizado um conjunto de indicadores globais, cujos resultados serão compilados num relatório anual, de forma a aferir de forma mais efetiva o grau de implementação e de cumprimentos dos objetivos para o desenvolvimento sustentável.

Historial

A Conferência Rio+20, realizada em 2012 no Brasil, estabeleceu que os países membros da ONU deveriam constituir coletivamente um conjunto de objetivos e metas, ampliando a experiência de êxito dos Objetivos do Milénio. Uma das novidades dos Objetivos do Desenvolvimento sustentável e de suas metas é o fato de se aplicarem a todos os Estados-membros das Nações Unidas, o que reflete o reconhecimento de que todos os países – desenvolvidos e em desenvolvimento – têm desafios a superar na promoção do desenvolvimento sustentável em suas três dimensões: social, económica e ambiental.

A Agenda 2030 não se limita a propor os ODS, mas trata igualmente dos meios de implementação que permitirão a concretização desses objetivos e de suas metas, envolvendo aspetos de natureza sistémica, como financiamento para o desenvolvimento, a transferência de tecnologia, a capacitação técnica e o comércio internacional.

Esta nova agenda propõe também o funcionamento de um mecanismo de acompanhamento do grau de implementação dos ODS e das suas metas. Esse mecanismo deverá auxiliar os países a comunicar seus êxitos e identificar seus desafios, ajudando-os a traçar estratégias e avançar em seus compromissos com o desenvolvimento sustentável.

Esta agenda foi oficialmente adotada pelos Chefes de Estado e de Governo do mundo todo na “Cúpula das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável 2015”, que teve lugar na sede da ONU, em Nova York, de 25 a 27 de setembro.

Processo de construção

O processo de construção desta nova agenda durou cerca de três anos e procurou ser o mais alargado possível, tendo envolvido não só os Estados e peritos internacionais, mas também representantes da sociedade, do sector privado e da comunidade científica. Para acomodar diferentes interesses e preocupações, a agenda resultou bastante ampla: para além dos temas sociais como a erradicação da pobreza e a igualdade de género, os ODS incluem temas como os padrões sustentáveis de produção e de consumo, o crescimento económico inclusivo, a justiça social e segurança.

A aprovação pela Assembleia Geral das Nações Unidas da Agenda 2030 e dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável é o culminar de um longo processo iniciado com o relatório Bruntland “O nosso Futuro Comum” (1987). A Sustentabilidade não é um desafio novo.

Depois de décadas de discussão sobre o tema, o termo tem agora uma definição apresentada pela ISO – International Organization for Standardization. O ISO Guide 82:2014 Guidelines for addressing sustainability in standards.

166 Visualizações 1 Total

References:

Website oficial da Agenda 2030: http://www.un.org/sustainabledevelopment/development-agenda/

 

166 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter