Ação

Apresentação do conceito de Ação; diversos tipos de ações (classificação quanto à sua propriedade, direitos que conferem e volatilidade em Bolsa)

Conceito de Ação

Uma acção é um título que representa uma parte ou fracção da propriedade (ou seja, do capital social) de uma determinada empresa. De referir que apenas as empresas constituídas sob a forma jurídica de sociedades anónimas têm o seu capital representado por acções.

Ao titular de uma acção, é dada a designação de accionista, o qual tem direito de participar nas Assembleias Gerais e de receber uma parte dos lucros que venham a ser distribuídos (os chamados dividendos) e uma parte do valor residual da empresa no caso desta entrar em liquidação. No caso das empresas estarem cotadas (designadas acções cotadas), as acções representativas do seu capital constituem um valor mobiliário que pode ser trocado no mercado de capitais (ou mercados de valores mobiliários), mais especificamente nas Bolsas de Valores.

Diversos Tipos de Acções

As acções podem ser de diversos tipos. Abaixo são apresentados os principais tipos de acções existentes, segundo diversos critérios:

  1. Quanto à sua propriedade:
  • Acção ao portador – acção que não está registada em nome do seu proprietário, sendo a respectiva titularidade é determinada pela detenção física do título.
  • Acção nominativa – acção que tem a designação do seu titular, não podendo, por isso, ser transmitida a outrém sem que seja alterado o registo do seu proprietário.
  1. Quanto aos direitos que conferem:
  • Acção ordinária (ou corrente) – acção, que confere ao seu detentor uma parcela da propriedade da empresa e o direito de voto em Assembleia Geral (de acordo com as regras definidas nos estatutos da sociedade) e que lhe dá o direito a ser remunerado quer através do pagamento de dividendos, em função dos lucros obtidos pela empresa e dependendo da política de distribuição dos mesmos, quer pela realização de mais-valias.
  • Acção preferencial – acção que paga uma taxa pré-definida de dividendos acima do dividendo atribuído às acções ordinárias, e com preferência sobre estas relativamente ao pagamento de dividendos e à liquidação de activos. O dividendo preferencial é cumulativo, o que significa que se por qualquer razão não for pago, deverá ser adicionado ao dividendo do exercício seguinte. As acções preferenciais não conferem, habitualmente, o direito a voto (designadas acções preferenciais sem voto) mas, em caso de liquidação da empresa, detentores de acções preferenciais têm prioridade sobre os titulares de acções ordinárias.
  1. Quanto à sua volatilidade em Bolsa:
  • Acção agressiva (ou volátil) – acção cujo valor apresenta geralmente flutuações maiores do que o conjunto do mercado. Usualmente, são aquelas que possuem coeficientes Beta superiores a 1.
  • Acção defensiva – acção cujo valor apresenta geralmente flutuações inferiores ao conjunto do mercado. Usualmente, são aquelas que possuem coeficientes Beta inferiores a 1.
  • Acção High Flyer – acção excessivamente valorizada e muito especulativa, que apresenta subidas abruptas em curtos períodos de tempo.
1670 Visualizações 4 Total
1670 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo