Ciências Económicas e Empresariais

As ciências económicas e empresarias (geralmente incluídas nas Ciências Sociais e Humanas na medida em que estudam o comportamento humano face a determinado aspetos) tratam, por um lado, da produção e da distribuição de produtos e serviços entre os indivíduos e as sociedades e, por outro, da gestão das empresas e outras unidades produtivas. A secção de Ciências Económicas e Empresariais está dividida em cinco secções diferentes, nomeadamente: Contabilidade, Economia, Gestão, Finanças e Sectores de Actividade

Contabilidade e Fiscalidade185

A Contabilidade é uma ciência económica que tem como objeto o estudo e análise do património das entidades bem como o estudo e análise das variações desse mesmo património. Além da análise, cabe também à contabilidade o registo de todos os factos e actos de natureza económica e financeira que podem afetar o património da entidade.

Economia315

Economia (ou Ciência Económica) é a ciência que estuda a forma como as sociedades utilizam os recursos escassos para produzir bens com valor e de como distribuem esses mesmos bens entre os vários indivíduos. Nesta definição estão implícitas duas questões fundamentais para a compreensão da Economia enquanto ciência: por um lado a ideia de que os bens são escassos, ou seja, não existem em quantidade suficiente para satisfazer plenamente todas as necessidades e desejos humanos; por outro lado a ideia de que a sociedade deve utilizar os recursos de que dispõe de uma forma eficiente, ou seja, deve procurar formas de utilizar os seus recursos de forma a maximizar a satisfação das suas necessidades.

Finanças304

O termo Finanças é usado geralmente para designar a ciência (ou arte) de gestão dos ativos financeiros de determinada instituição seja ela uma empresa, uma associação ou até mesmo o governo de um país. Como qualquer outra área da gestão, o grande objectivo das finanças é maximizar o valor para o proprietário ou accionista com um gasto mínimo de recursos (neste caso de frecursos financeiros). A um nível micro, as finanças inclui o planeamento financeiro, a gestão e controlo de ativos financeiros (nomeadamente o estudo das aplicações financeiras sejam elas em activos ou em bens de investimento produtivo) e o estudo das fontes de financiamento.

Gestão528

Embora não seja possível encontrar uma definição universalmente aceite para o conceito degestão e, por outro lado, apesar deste ter evoluído muito ao longo do último século, existe algum consenso relativamente a que este deva incluir obrigatoriamente um conjunto de tarefas que procuram garantir a afectação eficaz de todos os recursos disponibilizados pela organização afim de serem atingidos os objectivos pré-determinados.

Sectores de Actividade15

Contributos: Este verbete não recebeu quaisquer contributos. Se é especialista nesta matéria e acha que pode melhorar esta página contacte-nos para o nosso mail: knoow.net@gmail.com.

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo