Gostaria de ser nosso colaborador?

É especialista em alguma das áreas de conhecimento presentes na nossa enciclopédia? Tem gosto pela escrita? Gostaria de ser editor numa enciclopédia em português, integralmente escrita por especialistas? Gostaria de partilhar conhecimento?

Se a sua resposta é sim, então envie-nos o seu CV para geral@knoow.net para que possamos analisar e enviar mais detalhes sobre a forma de colaboração.

 

Áreas para as quais procuramos especialistas:

  •  História do Brasil
  •  História de Angola
  •  História de Moçambique
  •  Medicina
  •  Medicina Veterinária
  •  Filosofia
  •  Sociologia
  •  Contabilidade
  •  Direito
  •  Mecânica
  •  Química
  •  Física
  •  Matemática

 

Amorino

Amorino, nas artes plásticas, principalmente na Escultura e na Pintura, utilizava-se para designa a figura do antigo deus Cupido com a forma de um pequeno bebé gordinho e angelical. Podendo também ser designado e reconhecido por putto ou bambino. É uma palavra de origem italiana, tal como as suas outras definições (putto ou bambino) já que a sua utilização acredita-se ter origem na Itália Renascentista do século XVI.

Embora apresente frequentemente uma feição puramente decorativa, tal como um putto que é usado num retábulo barroco, o amorino pode, contudo, alcançar um significado mais central no tema geral da obra de arte.

Miguel Ângelo, foi um dos grandes artistas que representou em variadas ocasiões, nas suas obras a figura do amorino. Inspirado numa antiga escultura de um outro cupido dormindo que pertencia à colecção de Lorenzo el Magnifico, que Miguel Ângelo tão bem conhecia.

Amorino

Tondo Pitti, Miguel Ângelo ( 1503)

Outras das obras mais famosas de um amorino é o quadro “L’Amorino dormiente”, uma pintura a óleo de Caravaggio, de 1608 e que hoje em dia está exposto na Galeria Palatina de Florença. Uma pintura que nos mostra o ideal estético e fisiológico da figura de um amorino, um bebé dormindo sobre um fundo escuro e com um foco de luz sobre o seu corpo desnudo e dormido ainda com uma flecha na sua mão. Numa representação de realismo extremo característico de Caravaggio.

Amorino

L’Amorino dormiente, Caravaggio (1608-1609)

189 Visualizações 1 Total

References:

IBARRA, José de Pineda (Editorial). Diccionario de arte: arqueografía, arqueología, culturas, dibujo, escultura, historia del arte, pintura, vocablos relacionados. 1983

MARTIN, Gayford. Miguel Ángel: Una vida épica. Penguin Random House Grupo Editorial España, 2014

189 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter