Aerofone

Aerofone: instrumentos musicais que produzem som usando o ar como fonte principal de vibração. Origem do termo e subcategorias de aerofones.

Definição

O termo aerofone designa qualquer instrumento musical que produza som usando o ar como fonte principal de vibração. É uma das quatro classificações instrumentais inventadas pelo etnomusicólogo austríaco Eric von Hornbostel e pelo musicólogo alemão Curt Sachs que, em conjunto, desenvolveram o sistema de classificação de instrumentos conhecido como Hornbostel-Sachs, publicado pela primeira vez em 1914, na «Zeitschrift für Musik». Outras categorias são os “cordofones”, os “idiofones”, os “membranofones”. Mais tarde foram acrescentados os “electrofones” e e os “automatofones”. Alguns autores defendem ainda a inclusão dos “hidrofones”, cujo som é gerado a partir da água.

Subcategorias de aerofones

Os aerofones destinguem-se pela sua embocadura, pelo que se podem considerar os seguintes grandes grupos:

  • Aerofones de aresta (família das flautas): instrumentos cuja embocadura é uma aresta para a qual se direcciona um jacto de ar. As embocaduras, neste caso, podem ser simples (flauta de transversal, por exemplo) ou de apito (flauta de bisel, tubos labiais de órgão).
  • Aerofones de palheta: o jacto de ar é modulado pela vibração de uma palheta ou pela vibração de duas, uma contra a outras. As palhetas podem ser livres (acordeão, órgão de boca) ou batentes. As últimas dividem-se em simples (saxofone, clarinete) ou duplas (oboé, corne inglês, fagote).
  • Aerofones de bocal: o som é produzido através de vibração labial. Os lábios do instrumentista funcionam como palhetas duplas, razão pela qual muitos autores consideram estes de instrumentos de palheta labial (trompete, trompa). O bocal não vibra, serve de apoio à vibração dos lábios.

As seguintes três categorias são, pela sua particularidade, classificadas à parte:

  • Órgão: aerofone munido de um ou mais teclados, contendo tubos labiais (embocadura de aresta) e tubos palhetados (embocadura de palheta).
  • Voz humana: os cantores utilizam-na como instrumento musical mas desempenha também funções não musicais, nomeadamente, comunicação verbal.
  • Aerofones livres: o som é produzido pelo movimento de um corpo sólido que se desloca no ar. O corpo vibrante não é o instrumento, mas o ar que o rodeia (rombo, pião musical).
1012 Visualizações 1 Total

References:

Kennedy, M. (1994). Dicionário Oxford de Música. Publicações Dom Quixote.

Rolo, R.P.H.H. (2007). Projecto DVD-ROM – Instrumentos Musicais – Uma aplicação em educação musical no terceiro ciclo. Dissertação de Mestrado, Universidade Aberta.

1012 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.