António Lobo Antunes

António Lobo Antunes é um escritor e psiquiatra português.

António Lobo Antunes é um escritor e psiquiatra português.

Nascido a 1 de setembro de 1942, em Benfica, Lisboa, no seio de uma família da alta burguesia, é o mais velho de seis irmãos.

Estudou no Liceu Camões, em Lisboa, tendo posteriormente tirado a licenciatura em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.

Parte da sua experiência na área foi colocada à prova em Angola quando foi destacado como médico militar, durante a Guerra Colonial.

Após cumprir o serviço militar, António Lobo Antunes especializou-se em psiquiatria, tendo exercido a especialidade no Hospital Miguel Lombarda, até abandonar a profissão para se dedicar exclusivamente à literatura.

O primeiro livro que viu ser publicado foi “Memória de Elefante”, em 1979, tendo-se tornado um grande sucesso literário.

Depois da publicação do seu segundo livro, “Os Cus de Judas”, tornou-se um dos autores mais traduzidos e internacionalmente conhecidos entre os romancistas portugueses contemporâneos, tendo chegado a ser o convidado de honra do “Carrefour des Littératures”, em 2002.

Ao longo da sua carreira foi também reconhecido com vários prémios, começando pelo Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLB (1985), seguido pelo Prémio D. Dinis (1999), o Prémio União Latina (2003), o Prémio Fernando Namora (2004), o Prémio Jerusalém (2005), o Prémio Iberoamericano de Letras José Donoso (2006), o Prémio Camões (2007), o Prémio Juan Rulfo (2008), o Prémio Autores de 2010 e por fim, o Prémio Autores de 2017.

As suas obras publicadas e os cinco volumes que reúnem as suas crónicas semanais para a revista Visão são:

  • Memórias de Elefante (1979)
  • Os Cus de Judas (1979)
  • Conhecimento do Inferno (1980)
  • Explicação dos Pássaros (1981)
  • Fado Alexandrino (1983)
  • Auto dos Danados (1985)
  • As Naus (1988)
  • Tratado das Paixões da Alma (1990)
  • A Ordem Natural das Coisas (1992)
  • A Morte de Carlos Gardel (1994)
  • A História do Hidroavião (1994)
  • Manual dos Inquisidores (1996)
  • O Esplendor de Portugal (1997)
  • Livro de Crónicas (1998)
  • Exortação aos Crocodilos (1999)
  • Não Entres Tão Depressa Nessa Noite Escura (2000)
  • Que farei quando tudo arde (2001)
  • Segundo Livro de Crónicas (2002)
  • Letrinhas das Cantigas (2002)
  • Boa Tarde às Coisas Aqui em Baixo (2003)
  • Eu Hei-de Amar uma Pedra (2004)
  • D’este viver aqui neste papel descripto: cartas da guerra (2005)
  • Terceiro Livro de Crónicas (2006)
  • Ontem Não Te Vi Em Babilónia (2006)
  • O Meu Nome é Legião (2007)
  • O Arquipélago da Insónia (2008)
  • Que Cavalos São Aqueles Que Fazem Sombra no Mar (2009)
  • Sôbolos Rios Que Vão (2010)
  • Quarto Livro de Crónicas (2011)
  • Comissão das Lágrimas (2011)
  • Não É Meia Noite Quem Quer (2012)
  • Quinto Livro de Crónicas (2013)
  • Caminho Como Uma Casa Em Chamas (2014)
  • Da Natureza dos Deuses (2015)
  • Para Aquela que Está Sentada no Escuro à Minha Espera (2016)
  • Até Que as Pedras Se Tornem Mais Leves Que a Água (2017)

 

116 Visualizações 1 Total
116 Visualizações

A Knoow é uma enciclopédia colaborativa e em permamente adaptação e melhoria. Se detetou alguma falha em algum dos nossos verbetes, pedimos que nos informe para o mail geral@knoow.net para que possamos verificar. Ajude-nos a melhorar.

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo