Agustina Bessa-Luís

Breve biografia e lista de obras da autora portuguesa Agustina Bessa-Luís, figura proeminente na esfera literária portuguesa.

Nome: Agustina Bessa-Luís

Data de nascimento: 15 de Outubro de 1922

Local de nascimento: Amarante, Portugal

Ocupação: escritora

Biografia de Agustina Bessa-Luís

Agustina Bessa-Luís nasceu em Vila-Meã, Amarante, a 15 de Outubro de 1922, filha de Artur Teixeira Bessa e Laura Jurado Ferreira. O pai de Agustina, filho de lavradores, cedo partiu para o Brasil, onde fez fortuna, regressando a Portugal para se dedicar à gestão de empresas de espectáculos e jogo. Pelas características da profissão do pai, Agustina e a sua família mudaram frequentemente de morada. Viveram em Gaia, no Porto, na Póvoa de Varzim, em Vila do Conde e no Douro, região que viria a marcar a sua obra.

Manifesta, desde criança, gosto pela escrita e pela leitura. Foi através do avô materno que teve contacto com alguns dos mais conhecidos escritores franceses e ingleses e despertou o gosto pela narrativa.

Em 1932 vai estudar para o Porto, onde passa grande parte da adolescência. Chega a escrever, durante a juventude, dois romances com o pseudónimo de Maria Ordoñes. Em 1945 muda-se para Coimbra, casando nesse mesmo ano com Alberto Luís, estudante de Direito em Coimbra. O casal muda-se para Porto em 1950, altura em que fixa residência nesta cidade.

É em 1948 que Agustina Bessa-Luís publica o seu primeiro livro, Mundo Fechado, seguindo-se Contos Impopulares e A Sibila, obra à qual foi atribuído o prémio Eça de Queiroz.

A escrita de Agustina revela o seu interesse por um dos maiores autores da literatura romântica, Camilo Castelo Branco, fazendo-se sentir na sua obra tanto pela temática como pela técnica narrativa. Agustina Bessa-Luís tornou-se conhecida não só como romancista, mas também como autora de peças de teatro, guiões de cinema, biografias, ensaios e livros infantis. A sua obra conta com mais de meia centena de títulos, traduzidos para alemão, castelhano, dinamarquês, francês, grego, italiano e romeno. Recebeu, em 2004, com 81 anos, o mais alto prémio literário da língua portuguesa: o Prémio Camões.

Obras

Ficção

1948 – Mundo Fechado

1950 – Os Super-Homens

1951-1953 – Contos Impopulares

1954 – A Sibila

1956 – Os Incuráveis

1957 – A Muralha

1958 – O Susto

1960 – Ternos Guerreiros

1961 – O Manto

1962 – O Sermão do Fogo

1964 – As Relações Humanas: I – Os Quatro Rios

1965 – As Relações Humanas: II – A Dança das Espadas

1966 – As Relações Humanas: III – Canção Diante de uma Porta Fechada

1967 – A Bíblia dos Pobres: I – Homens e Mulheres

1970 – A Bíblia dos Pobres: II – As Categorias

1971 – A Brusca

1975 – As Pessoas Felizes

1976 – Crónica do Cruzado Osb

1977 – As Fúrias

1979 – Fanny Owen

1980 – O Mosteiro

1983 – Os Meninos de Ouro

1983 – Adivinhas de Pedro e Inês

1984 – Um Bicho da Terra

1984 – Um Presépio Aberto

1985 – A Monja de Lisboa

1987 – A Corte do Norte

1988 – Prazer e Glória

1988 – A Torre

1989 – Eugénia e Silvina

1991 – Vale Abraão

1992 – Ordens Menores

1994 – As Terras do Risco

1994 – O Concerto dos Flamengos

1995 – Aquário e Sagitário

1996 – Memórias Laurentinas

1997 – Um Cão que Sonha

1998 – O Comum dos Mortais

1999 – A Quinta Essência

1999 – Dominga

2000 – Contemplação Carinhosa da Angústia

2001 – O Princípio da Incerteza: I — Jóia de Família

2002 – O Princípio da Incerteza: II — A Alma dos Ricos

2003 – O Princípio da Incerteza: III — Os Espaços em Branco

2004 – Antes do Degelo

2005 – Doidos e Amantes

2006 – A ronda da noite

1958 – Inseparável ou o Amigo por Testamento

1961 – As Etruscas

1986 – A Bela Portuguesa

1992 – Estados Eróticos Imediatos de Soren Kierkegaard

1996 – Party: Garden-Party dos Açores — Diálogos

1998 – Garret: O Eremita do Chiado

Crónicas, memórias, textos ensaísticos

1961 – Embaixada a Calígula

1979 – Conversações com Dimitri e Outras Fantasias

1980 – Arnaldo Gama — “Gente de Bem”

1981 – Dostoievski e a Peste Emocional

1981 – Camilo e as Circunstâncias

1982 – Antonio Cruz, o Pintor e a Cidade

1982 – D.Sebastião: o Pícaro e o Heroíco

1982 – O Artista e o Pensador como Minoria Social

1984 – ”Menina e Moça” e a Teoria do Inacabado

1986 – Apocalipse de Albrecht Dürer

1987 – Introdução à Leitura de “A Sibila”

1988 – Aforismos

1991 – Breviário do Brasil

1994 – Camilo: Génio e Figura

1996 – Alegria do Mundo I: escritos dos anos de 1965 a 1969

1998 – Alegria do Mundo II: escritos dos anos de 1970 a 1974

1999 – A Bela Adormecida

2002 – O Livro de Agustina (autobiografia)

2004 – O Soldado Romano

Literatura infantil

1983 – A Memória do Giz

1987 – Contos Amarantinos

1987 – Dentes de Rato

1990 – Vento, Areia e Amoras Bravas

2007 – O Dourado

Teatro

1958 – Inseparável ou o Amigo por Testamento

1961 – As Etruscas

1986 – A Bela Portuguesa

1992 – Estados Eróticos Imediatos de Soren Kierkegaard

1996 – Party: Garden-Party dos Açores — Diálogos

  1998 – Garret: O Eremita do Chiado

Agustina Bessa-K

360 Visualizações 1 Total

References:

http://www.portaldaliteratura.com/autores.php?autor=3

http://www.clabl.pt/pt/agustina/biografia/

360 Visualizações

 

 

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo

Flag Counter