Afonso Africano (Poema Épico)

Apresentação do poema épico «Afonso Africano», da autoria do escritor português Vasco Mouzinho de Quevedo e Castelo Branco.

Apresentação do Poema Épico ‘Afonso Africano’

«Afonso Africano» é o título de um poema épico em 12 cantos, em oitava rima, publicado pela primeira vez em 1611, da autoria do escritor português Vasco Mouzinho de Quevedo e Castelo Branco. Nele é relatado o cerco a Arzila e a conquista de Tânger, ação que o autor transfigura e converte em alegoria da conquista que qualquer cristão deve fazer da cidadela da sua própria alma. O poema centra-se na figura do rei Dom Afonso V de Portugal, cujo cognome é ‘o Africano’.

Embora muito influenciado por Luís de Camões, esta obra marca um mudança estilística e ideológica, sendo abandonadas as figuras históricas e recorrendo a alegorias moralistas e religiosas.

Segundo muitos críticos, entre os quais Almeida Garrett, esta é a melhor epopeia portuguesa depois de «Os Lusíadas».

236 Visualizações 1 Total
236 Visualizações

Knoow - a divulgar conhecimento pelo mundo